Una sconosciuta composizione vocale sacra del giovane Domenico Scarlatti per la Cappella Reale di Napoli (1701)

Dinko Fabris

Resumo


Entre os papéis Di Giacomo da Biblioteca Lucchesi Palli, secção musical da Biblioteca Nacional de Nápoles da qual o poeta Salvatore Di Giacomo (1860-1934) foi durante longo tempo bibliotecário, conservam-se alguns manuscritos musicais napolitanos dos séculos XVII e XVIII. O mais precioso desses documentos, até ao momento ignorados, é certamente o motete a 5 vozes com violinos Antra, Valles, Divo plaudant «Del Sig. Domenico Scarlatti» datado de 1701. Se a atribuição se pode considerar autêntica, o manuscrito apresenta evidentes características de excepcionalidade: trata-se da mais antiga composição com datação segura de Domenico Scarlatti, da única obra sacra composta no período juvenil napolitano (talvez como teste de admissão à Real Capela, instituição dirigida pelo pai Alessandro na qual Domenico foi admitido pouco depois, a partir de 1702), além de se vir adicionar ao exíguo catálogo das suas composições vocais sacras.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2018 Revista Portuguesa de Musicologia

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.