A música no quotidiano das monjas dos séculos XVII e XVIII - mosteiros de beneditinas e ursulinas em Portugal

Elisa Lessa

Resumo


Este artigo descreve e analisa situações históricas que nos permitem entender e construir um corpo de conhecimento relacionado com a prática e o ensino da música nos conventos de beneditinas e ursulinas em Portugal nos séculos XVII e XVIII. São apresentadas algumas regras comparativas relacionadas com a prática da música litúrgica e fontes documentais de natureza normativa, como regras, constituições e regulamentos, são ana­ lisadas, assim como os relatórios oficiais das visitações das autoridades eclesiásticas. As funções das cantoras, instrumentistas e mestras de capela são também enfatizadas, assim como o repertório musical dominante que era usado na vida monástica diária.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2018 Revista Portuguesa de Musicologia

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.



This site is jointly supported and published by the Portuguese Society for Music Research (SPIM), the Institute of Ethnomusicology–Centre for Studies in Music and Dance (INET-MD) and the Centre for the Study of Sociology and Aesthetics of Music (CESEM). INET-MD and CESEM are both based at the FCSH, Universidade Nova de Lisboa, Portugal, and funded by the FCT-Portuguese Foundation for Science and Technology.