«An Act of Pure Inspiration»: O papel da melodia original nos solos de Lee Konitz

Ricardo Pinheiro, Gonçalo Prazeres

Resumo


O presente artigo tem como objectivo principal examinar os mecanismos através dos quais Lee Konitz recorre à melodia de standards de jazz no âmbito do seu processo improvisativo. Partindo da transcrição e análise detalhada de cinco solos improvisados, e utilizando o método de análise temática, procedeu-se à identificação de ideias melódicas provenientes dos temas sobre as quais o saxofonista constrói alguns dos seus solos. Concluiu-se que Lee Konitz, para além de citar claramente a melodia dos standards de jazz sobre os quais improvisa, recorre também com frequência à utilização de algumas das suas notas enquanto notas-alvo, assim como também ao desenvolvimento de motivos melódicos inspirados nessa mesma melodia. 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2018 Revista Portuguesa de Musicologia

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.