A Late Fifteenth-Century Portuguese Plainchant Treatise

Harvey L. Sharrer

Resumo


Neste artigo, apresenta-se a edição integral, anotada, de um tratado em português recentemente descoberto, em duas partes, datado de 1494, que se encontra no Cód. CCXIII/1-40 da Biblioteca Pública de Évora. As duas partes do texto constituem em conjunto o mais antigo tratado de cantochão que se conhece escrito em português e revela muito em comum com tratados anteriores do mesmo teor que circulavam em Espanha.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2018 Revista Portuguesa de Musicologia

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.



This site is jointly supported and published by the Portuguese Society for Music Research (SPIM), the Institute of Ethnomusicology–Centre for Studies in Music and Dance (INET-MD) and the Centre for the Study of Sociology and Aesthetics of Music (CESEM). INET-MD and CESEM are both based at the FCSH, Universidade Nova de Lisboa, Portugal, and funded by the FCT-Portuguese Foundation for Science and Technology.