A questão rítmico-métrica na interpretação do Cancionero Musical de Palacio

Manuel Morais

Resumo


O autor explica o seu método de transcrição de música polifónica dos finais do século XV e do século XVI com interpretação rítmica-métrica, fazendo uso extensivo de exemplos de canção vernácula tirados do Cancionero musical de Palacio. Também aborda os métodos de transcrição convencionais e a forma como estes condicionam a execução, obscurecendo o repertório. Este método de renotação, baseado na análise ponderada de cada peça e nos conhecimentos históricos e teóricos actualmente disponíveis, usa um sistema de barragem irregular, cujo objectivo é explicitar a estrutura polirrítmica e multimétrica da polifonia do Renascimento e ao mesmo tempo clarificar as suas formas e sintaxe musical.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2018 Revista Portuguesa de Musicologia

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.



This site is jointly supported and published by the Portuguese Society for Music Research (SPIM), the Institute of Ethnomusicology–Centre for Studies in Music and Dance (INET-MD) and the Centre for the Study of Sociology and Aesthetics of Music (CESEM). INET-MD and CESEM are both based at the FCSH, Universidade Nova de Lisboa, Portugal, and funded by the FCT-Portuguese Foundation for Science and Technology.